Depressão

A depressão, ou transtorno depressivo, é uma doença que altera e prejudica gravemente seus pensamentos, sentimentos e comportamentos, dificultando bastante a vida pessoal e profissional das pessoas. A depressão causa sentimentos de profunda tristeza, desesperança, culpa, amargura, baixa autoestima e desinteresse por atividades que antes traziam prazer ao indivíduo, podendo levá-lo a problemas emocionais e físicos ainda mais graves.

Muitas vezes, os sentimentos de luto e de tristeza são confundidos com estados depressivos, por isso é importante entender a diferença e saber quando se trata de um caso clínico e patológico. No luto, por exemplo, após uma experiência de grande perda (de um ente querido, de um relacionamento amoroso, etc) normalmente a autoestima é mantida e os sentimentos dolorosos vão e vêm, às vezes misturados com lembranças positivas. Ao contrário, na depressão maior, as alterações de humor e a diminuição do prazer, bem como da autoestima, são mais intensas e constantes. A depressão profunda é considerada a fase mais grave da doença, e frequentemente pode levar a ideações suicidas.

Depressão e seus sintomas

A depressão é uma doença psiquiátrica crônica e deve ser levada a sério. Em pessoas sem a doença, a tristeza pode ser superada, enquanto que na condição patológica esse sentimento é avassalador mesmo que não possua causa aparente. Os sintomas da depressão são variados – de grau leve, moderado e grave – e podem incluir:

  • Alterações no apetite
  • Dificuldade de raciocínio e de memória
  • Distúrbios do sono (insônia ou dormir demais)
  • Aumento da fadiga
  • Baixa autoestima e sentimento de culpa
  • Tristeza profunda
  • Isolamento
  • Pensamentos de morte ou suicídioSe você está se identificando com alguns desses sintomas e sente que eles estão persistindo, entre em contato conosco ou agende uma consulta, nós temos especialistas prontos para te ajudar!depressão consulta

Fatores de risco para depressão

A depressão pode atingir a qualquer um, mesmo que, aparentemente, tal pessoa não possua razões especiais para experimentar sentimentos de profunda tristeza. Nesse sentido, existem fatores relacionados à causa da depressão, são eles:

  • Personalidade: pessoas com traços pessimistas ou com baixa autoestima são mais propensas a desenvolver quadros depressivos
  • Fatores ambientais: viver em condições estressantes ou ser exposto à situações de violência (sofrer abuso, por exemplo) pode tornar alguém mais vulnerável à doença.
  • Bioquímica: alterações em substâncias químicas no encéfalo e em processos neurofisiológicos podem desencadear transtornos depressivos.
  • Genética: diversos estudos indicam fatores genéticos relacionados à manifestação dos sintomas depressivos, ou seja, em alguns casos, pode ser hereditário

Outras situações relacionadas a distúrbios alimentares e a transtornos de ansiedade  podem estar associados à depressão.

Como tratar a depressão?

Por mais grave que seja, a depressão felizmente é tratável! Inclusive, é um dos transtornos mentais mais tratáveis. A maioria das pessoas reage bem ao tratamento e ganha alívio significativo de seus sintomas. Contudo, antes de realizar um diagnóstico e iniciar um tratamento, é preciso consultar um psicólogo e/ou médico psiquiatra para realizar uma avaliação completa. O tratamento pode ser realizado por meio de medicação (antidepressivos como Fluoxetina e Rivotril, por exemplo) e psicoterapia – a Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) é uma das abordagens mais qualificadas para o tratamento da depressão.

Outras formas de terapia, como a eletroconvulsiva, também podem ajudar, bem como a manutenção de hábitos saudáveis (exercícios físicos, boa alimentação, sono regulado, etc) e a realização de técnicas de autoajuda.

Informação salva vidas